7ª edição Bioblitz

Programa Público Geral

Presencial

Programa Público Geral

Descobre a Natureza do Parque de Serralves com a Lipor

5 e 6 de junho
SÁB e DOM: 10h00 às 19h00
Acesso: entrada e participação gratuitas
Entrada: Av. Marechal Gomes da Costa
Saída: Rua D. João de Castro, 210

A Fundação de Serralves, com o apoio da Lipor e dos seus Municípios Associados, convida as famílias e o público em geral a participar na 7.ª edição do Bioblitz, no fim-de-semana de 5 e 6 de junho, com acesso gratuito!

Um fim-de-semana dedicado à exploração e partilha do conhecimento sobre Biodiversidade. Um convite para experienciar o Parque de Serralves!
Contamos consigo!

MAPA DO EVENTO – AQUI

OFICINAS

Funcionamento: em contínuo
Lotação: 10 famílias/oficina

Oficina 1

Árvores

Local: Bosque das Faias     
Pés na Terra e Ramos no Céu 

Um passarinho pediu-me para ser a sua árvore. 
Transformei-me numa árvore vaidosa. 
Ele sussurrou-me ao ouvido cantos e melodias e eu contei-lhe todos os segredos das árvores. Nesta oficina, cada um de nós se transforma em árvore e descobre os segredos das diferentes espécies arbóreas do Parque e com a ajuda da pintura, do desenho e da imaginação, vamos explorar e conhecer o grande ecossistema que a árvore alberga.

Conceção e Dinamização: Carlota Carqueja e Mariana Moranduzzo

Oficina 2

Anfíbios e Répteis

Local: Clareira dos Teixos
O mundo fantástico dos anfíbios e répteis!

Os anfíbios e os répteis são seres fantásticos, esquivos e misteriosos. Apresentam modos de vida e adaptações ao ambiente muito distintas. Junta-te a nós e vem descobrir as diferenças entre estes dois grupos, explorar os seus modos de vida, conhecer os seus habitats e abrigos, a forma como comunicam e as ameaças que enfrentam.

Conceção: Isabel Bessa e Maria Mata

Oficina 3

Aves

Local: Clareira dos Teixos  
Aves raras 

As aves são conhecidas pela sua plumagem exuberante, de cores ricas e intensas e variada combinação de tonalidades, roupagem que as distingue de outros seres vivos. Nesta atividade, vamos explorar estas características cromáticas utilizando a técnica do teste psicológico de Rorschach. A partir da pintura e do desenho e misturando várias cores, que tipos de pássaros vão surgir dessas manchas? Seremos criadores de novas espécies.

Conceção e dinamização: João Almeida e Silva e Paulo Jesus

Oficina 4

Briófitas e Líquenes

Local: Bosque das Faias     
Um manto protetor – seres que cuidam

Desde as superfícies das rochas do deserto ao substrato congelado das regiões polares, do verde-pálido, ao castanho e vermelho ferrugem, surgem explosões silenciosas de formas e cores. Estes são os briófitos e os líquenes! Desempenham funções ecológicas valiosas, e juntos nas florestas, criam microclimas e retêm uma grande quantidade de água, verdadeiros feitos heróicos, na maioria das vezes “silenciosos”. Inspirados pela sua beleza e generosidade e com recurso a múltiplos materiais, naturais e reutilizáveis, vamos mergulhar nos seus mantos protetores e emergir com novas reinvenções do seu extraordinário mundo vivo.

Conceção e dinamização: Anabela Pereira e Andreia Machado

Ofinica 5

Insetos

Local: Arboreto Séc. XIX
Insetos há muitos!

Os insetos têm um papel muito importante no equilíbrio dos ecossistemas. Embora o seu tamanho seja relativamente pequeno, constituem são um dos maiores grupos de animais. O Parque de Serralves é casa de muitos insetos polinizadores e auxiliares que encontram aqui o abrigo e alimento para se reproduzirem e desempenharem as suas importantíssimas missões. Podemos encontrá-los nos locais mais escondidos e difíceis de imaginar, mas de olhar atento para os troncos, folhas e flores e no rasto dos aromas vamos observar!

Conceção e dinamização: Carla Borges e Isabel Rodrigues

Oficina 6

Micromamíferos

Local: Arboreto Séc. XIX
Micromamíferos que encaixam contigo!

O que é um micromamífero? Porque são tão importantes no equilíbrio dos ecossistemas? 
Nesta oficina vamos procurar explorar os pequenos mamíferos que habitam o Parque de Serralves e “peça a peça” caracterizar a sua morfologia e identidade.

Conceção e dinamização: Dina Marques e Filipa Dias

Saídas de Campo

Local de saída: Casa de Serralves
Duração: 1H
Lotação:14 pessoas/Saída de Campo

Sujeito a levantamento de bilhete 30min antes do início da atividade no local.

Árvores e Arbustos
Orientação: Paulo Alves (Colaborador Floradata)
SÁB e DOM: 15H| 16H

Briófitas
Orientação:Helena Hespanhol (Colaborador Floradata)
SÁB e DOM: 11H | 12H

Aves
Orientação: Célia Gomes (Colaborador Floradata)
SÁB e DOM: 10H | 17H

Anfíbios
Orientação: José Teixeira e Marisa Naia (CIIMAR)
SÁB e DOM: 17H | 18H

 

Visitas Orientadas ao Parque

SÁB e DOM: 10H| 11H| 12H| 15H| 16H| 17H
Local de saída: Casa de Serralves
Duração: 1H
Orientação: Marco Ramos
Lotação: 14 pessoas/Visita

Sujeito a levantamento de bilhete 30min antes do início da atividade no local.

TREETOP WALK

Atividades em Autonomia

TREETOP WALK

SÁB e DOM: 10H às 19H
Funcionamento: Em contínuo

Um convite à exploração do passadiço elevado ao nível da copa das árvores, uma experiência impactante de observação da biodiversidade e paisagens do Parque.

“E-nxada” de Erva Daninha

Espetáculo

“E-nxada” de Erva Daninha

SAB 16H
DOM 11H30
Local: Ténis
Duração: 45 min
Lotação: 160 Pessoas

Espetáculo com lugares sentados e bilhética própria. Sujeito a levantamento de bilhete 30min antes do início do espetáculo na bilheteira de atividades, junto à Casa de Serralves.

 

Espetáculo com lugares sentados e bilhética própria. Sujeito a levantamento de bilhete 30min antes do início do espetáculo na bilheteira de atividades, junto à Casa de Serralves

Espetáculo de circo contemporâneo que remete para a ruralidade, a sua desconstrução e imaginário sob um ponto de vista urbano e contemporâneo. Investigação artística através da relação do corpo e do objeto em cruzamento com a instalação plástica, composição sonora e iluminação. Partindo da ideia do trabalho original e primário e do seu lugar no espaço urbano atual, escolhemos um objeto que cava os tempos até hoje – a enxada. Símbolo de trabalho, de ligação entre o passado e o presente, de repetição e equilíbrio comuns ao circo contemporâneo. Uma alusão poética ao trabalho da terra através de um objeto/alfaia ancestral que relaciona o homem com a paisagem. Partimos do ritual, do esforço e resistência, para simbolicamente apresentar um qualquer ciclo agrícola. Cavar, semear, germinar, regar e colher.

 Através da desconstrução da enxada aludimos ao espírito da materialidade rural para o contexto urbano, crescentemente imaterial/evanescente. Recordar as origens, a importância da agricultura na fixação dos povos e do seu desenvolvimento e a relação do homem com a natureza. Dialéticas arcaicas/contemporâneas no território português em transformação acelerada. Onde fica o rural e para onde segue? Um encontro entre duas estruturas de regiões diferentes de contextos sociais, económicos e políticos distintos.

A Erva Daninha, uma companhia de novo circo da cidade do Porto integrada num contexto urbano cosmopolita, em diálogo com a Binaural/Nodar uma estrutura da região de Lafões cujo trabalho incide sobre o experimental em contexto rural.

 

Ficha Artística
Direção artística e conceção plástica: Vasco Gomes, Julieta Guimarães  
Interpretação: Jorge Lix, Filipe Contreras, Vasco Gomes  
Iluminação: Romeu Guimarães  
Composição sonora: Luís Costa  
Cocriação: Erva Daninha, Binaural/Nodar  
Coprodução: Teatro Nacional São João  
Apoios: Teatro Municipal do Porto, Instituto Politécnico do Porto

Espetáculo

“As árvores não têm pernas para andar” de Joana Gama

SAB 11H
DOM 10H30| 15H30| 17H
Local: Pátio do Ulmeiro
Duração: 45 min
Lotação: 60 pessoas

Espetáculo com lugares sentados e bilhética própria. Sujeito a levantamento de bilhete 30min antes do início do espetáculo na bilheteira de atividades, junto à Casa de Serralves.

Espetáculo com lugares sentados e bilhética própria. Sujeito a levantamento de bilhete 30min antes do início do espetáculo na bilheteira de atividades, junto à Casa de Serralves

Já repararam que desde que são semeadas, as árvores permanecem sempre no mesmo sítio, a partir do qual se alimentam, se defendem e se reproduzem? Não são como nós, que nascemos num país e podemos viajar ou até ir morar para o outro lado do planeta. E tal como a música difere de continente para continente, podemos encontrar árvores muito diferentes espalhadas pelo mundo: árvores que são autênticas casas, outras que movem multidões para serem admiradas, outras que produzem material que já chegou à lua… Mas não quero estragar a surpresa: no meu concerto vou contar-vos histórias sobre o mundo maravilhoso das árvores com a ajuda de um pequeno grande instrumento: o toy piano!

Co-produtores
Fundação Lapa do Lobo (encomenda do Projeto Alcateia), Centro Cultural Vila Flor, São Luiz Teatro Municipal, Teatro Municipal do Porto – Rivoli . Campo Alegre, CAE Sever do Vouga

Ficha artística
Joana Gama, toy piano & histórias
João Godinho, música original
Francisco Eduardo, ilustrações
Eles©, cenografia

Green Market

SÁB e DOM: 10H às 19H
Local: Alameda dos Castanheiros
Funcionamento: Em contínuo
Lotação: 35 pessoas  

O Mercado volta ao Parque de Serralves com a missão de incentivar uma alimentação e estilo de vida sustentável, privilegiando o que de melhor se faz em Portugal! Este mercado combina uma seleção de produtos ecológicos e biológicos com design sustentável de artesãos locais. Para quem gosta de comprar diretamente ao produtor, aqui encontra desde fruta e legumes, ervas aromáticas, cogumelos frescos, queijo artesanal, granolas, biscoitos diversos, entre outros, tornando o mercado paragem obrigatória.

Mecenas Exclusivo do BioBlitz


Responsive image
Responsive image
Responsive image

Apoio Institucional


Responsive image

Parceiros


Responsive image

Cofinanciamento


Responsive image

Mecenas do Parque


Responsive image
Definições de Cookies

A Serralves pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.

Cookies Funcionais Estes cookies permitem-nos analisar a utilização do site, por forma a podermos medir e melhorar o respectivo desempenho.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.